O Capítulo Geral 
  

A Congregação do Santíssimo Redentor, popularmente conhecida como os Redentoristas, celebrou seu 275o aniversário no dia 9 de novembro de 2007. Durante essa longa história houve somente 23 Capítulos Gerais. A assembléia que começa em Roma em outubro de 2009 será a 24a. Esta estatística basta para mostrar que um Capítulo Geral é um evento extraordinário na vida de uma Ordem ou Congregação religiosa.

O Capítulo Geral é uma expressão visível de um senso fundamental de democracia que está no coração da vida religiosa.  Esta democracia se baseia na igualdade radical de todos os membros em razão do seu batismo e da sua consagração religiosa, e da conseqüente vocação comum de todos para serem profetas ou porta-vozes de Deus.  Neste sentido, um Capítulo Geral se parece mais com a reunião dos apóstolos com Maria no Pentecostes do que com um parlamento ou congresso moderno.  Os participantes do Capítulo Geral se reúnem em nome de Jesus Cristo, na certeza de que o seu Espírito os ajudará a realizar a sua tarefa.

Que tarefas são estas?  O Capítulo Geral deve primeiramente examinar com franqueza o estado da Congregação, que exerce a sua missão em setenta e sete países do mundo inteiro.  Este exame deve levar os membros do Capítulo a defrontar-se com certas perguntas incômodas: Estamos sendo fiéis à nossa missão ou descambamos para a mediocridade?  O que o Senhor está pedindo de nós hoje?  Como estamos sendo solicitados a fazer mudanças?  O Capítulo Geral vai apresentar diretrizes específicas para toda a Congregação, propondo um roteiro que ajude os Redentoristas a viver com mais autenticidade a sua vocação missionária.  Finalmente, os delegados vão eleger a liderança da Congregação para os próximos seis anos: o Superior Geral e os seus Conselheiros, que juntos formam o Conselho Geral.

Quem realizará este trabalho?  O Capítulo começa com mais de 100 membros, das 37 Províncias, 25 Vice-Províncias, 16 Regiões e 11 Missões da Congregação. Pela maior parte são Superiores provinciais, vice-provinciais e regionais, mas a Província que tem mais de 100 membros tem direito de eleger um segundo representante. Por exemplo, a Província de Varsóvia, a maior Unidade da Congregação, tem direito a dois delegados eleitos, além do seu Superior provincial. O Superior Geral, o seu antecessor imediato e os atuais Conselheiros gerais são todos Capitulares, como também o Secretário geral, o Ecônomo geral e o Procurador geral. Com esta composição, o Capítulo Geral contará com representantes de todos os continentes e praticamente de todos os 77 países nos quais a Congregação está presente hoje.